Cotidiano e Poesia | por Vinicius Carvalho
15790
home,paged,page,page-id-15790,page-template,page-template-blog-large-image,page-template-blog-large-image-php,paged-3,page-paged-3,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,boxed,wpb-js-composer js-comp-ver-4.7.4,vc_responsive
Sem títulool
0

19 dez Sangrando

Sou o devaneio florido no olho do furacão, sou verso solto e xícara de café. Eu sou assim… O nevoeiro que os próprios passos provocam. … Recomeçar é cansativo /inaugurar a vontade forçada, flores e caixa de música. Sangro enquanto floresço sem pressa nem atraso….

READ MORE
18
0

17 dez Da estrada ao por do sol.

Há de chegar o tempo de caminhar descalço e entrar no sótão da alma. O tempo que se aprende a enxergar, a caminhar… A assoviar. A felicidade esteve dormindo ao seu lado o tempo todo… Mas como sorrir diante da dor que se instala? Coragem!…

READ MORE
afeto
0

16 dez A soma de todos os afetos

Somos as asas de uma gaivota que se guarda no vento. _ A gota de um ribeiro, somos o espalhar do momento – cada sílaba entre partida e chegada. Aprendemos a dar as mãos, aprendemos frases, toques. Aprendemos sobre o amor e a fuga. Somos…

READ MORE
DSC_9196A
1

13 dez Lado a Lado

Mais do que palavras… O efêmero corpo terreno, lento, envolto no pano que veste. _ Somos ambos a noite percorrendo tantas outras noites, somos a intenção que não se explica a intensidade quebrando a monotonia da voz que insiste mesmo quando lhe faltam as palavras….

READ MORE
Luz_y_alma
0

11 dez O espelho da alma.

Todos nós já experimentamos o ângulo ruim de coisas e pessoas. Todos nós já fomos narcísicos. Também já fomos cúmplices nos comprometendo com a simplicidade, mas nunca com o inusitado. Você, eu. Somos líricos e perversos. Somos o desejo incontido de ir-se. Eu sempre me…

READ MORE
cats
0

09 dez Destino

Experimentar a vida em totalidade: como continuar depois do inesperado? Não acredito em hora errada/não existe o “enquanto isso”. Tudo se modifica e continuamos ali carregando uma trajetória. Fortes são os que conseguem encontrar uma saída, pois sabemos que estamos limitados ao hoje. O ontem…

READ MORE
0

09 dez Por um pouco de paz…

E era assim que eu costumava voltar do trabalho: eu gostava de ver as pessoas. As coisas mudam, pessoas mudam. Eu estou mudando também e por isso, escrevo. Não sei se é ruim, mas, eu mergulho nos sentimentos sou fluido demais. Sinto-me no fundo de…

READ MORE
0

05 dez Em todo o tempo…

O amor em sua expressão mais generosa, o amor dos pés nos chão. A verdade é que somos feitos de gente que partiu e da gente mesmo que envelheceu. Não existe tempo a perder… O tempo é aqui e agora. Precisamos estar e sentir, pois…

READ MORE
2

01 dez Ladeado

Também existe beleza na queda das folhas, existe um silêncio elegante dentro de mim. Estou aprendendo a não esperar nada, renunciar a algo que amamos sem nos abster do sentimento (desapegar-se). Essa é a lição! É bom nos reconhecer por companhia e sou grato por…

READ MORE